Últimas Notícias

sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Enganados mas dizendo seguir ao Espírito Santo


Todos os cristãos que conheci até hoje, os mais enganados que já vi (incluindo eu), sempre, mesmo estando absolutamente enganados, sempre achavam que estavam andando na obediência da palavra, obedecendo a Cristo, e seguindo ao Espírito Santo.

Todo cristão, mesmo enganado, ainda permanece afirmando "jurando" de pés juntos que está seguindo somente estritas ordens do Espírito Santo e obedecendo a palavra. As pessoas estão seguindo falsos ensinos e dizendo "estou seguindo a doutrina da palavra", estão seguindo espíritos enganadores mas dizendo "estou seguindo ao Espírito Santo", dizem estar seguindo profecias de Deus mas estão seguindo ao seu próprio coração. Seguem falsos profetas, mas dizem "estou seguindo um poderoso homem de Deus".

Ah, se Deus não acordar alguém, esta pessoa não vai jamais acordar! Somente um raio da misericórdia de Deus vindo dos céus para despertar-nos!

sábado, 3 de novembro de 2018

Discussões intermináveis & infrutíferas


Muitos debates atuais terminam em ofensas pessoais, e são movidos por sentimentos egoístas de vaidade, desejo por aplausos e reconhecimento. Mesmo na igreja. Discussões deste tipo são infrutíferas, devemos aprender a reconhecer e evitar as pessoas que engatam uma conversa conosco neste espírito. Tais pessoas estão tão cegas por suas próprias convicções, e tão dominadas por suas próprias razões, elas tem tanta certeza de que estão certas, que não é possível sequer haver uma conversa.

Tal é o sentimento predominante entre os militantes e ativistas de determinadas causas, sejam elas políticas ou religiosas. Este tipo de fanatismo irracional também atinge torcedores futebolistas, e a prova de que cega as pessoas é que torcidas organizadas se agridem e se matam em nome de defender o seu time de futebol. Qual a razão para brigar por um time de futebol e morrer por ele? A única razão é ter perdido completamente a razão, pois não há razão.

Você consegue perceber se você está neste sentimento quando se sente demasiadamente irritado quando conversa com alguém que educadamente contraria a sua opinião. Não suportar ser contrariado, ainda que educadamente e com argumentos racionais, é um sintoma de que você poderá estar neste espírito. Pessoas neste espírito geralmente não combatem a ideia do seu próximo, mas a pessoa dele.

Não combatem a ideia porque nem mesmo prestam atenção a ela. Qualquer pessoa que contrarie sua opinião, como todo militante e ativista é um ouvinte sem paciência, normalmente ele vai reagir como um cão raivoso. Se passar em frente ao portão da casa ele vai latir sem parar, e depois dizer que a culpa é sua, pois você quem provocou. Discordou das ideias de um militante ou ativista? Você será racista, fascista, comunista, etc, etc, etc.

Atacam pessoas e não as ideias das pessoas. Nosso tempo é um dom de Deus, não perca tempo em debates inúteis, isso é uma armadilha.

Isso acontece entre esquerdistas e direitistas, entre calvinistas e arminianos, entre católicos e protestantes, entre palmeirenses e corintianos, enfim, "acontece nas melhores famílias".

Em matéria de fé, o conselho bíblico, que pode se estender em certa medida a outras situações da nossa vida, está abaixo.

"Antes, santificai ao Senhor Deus em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós," 1 Pedro 3:15

"Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor. E rejeita as questões loucas, e sem instrução, sabendo que produzem contendas. E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor; Instruindo com mansidão os que resistem, a ver se porventura Deus lhes dará arrependimento para conhecerem a verdade, E tornarem a despertar, desprendendo-se dos laços do diabo, em que à vontade dele estão presos." 2 Timóteo 2:22-26

A erudição e a Mensagem da Cruz


Boa parte dos cristãos mais fervorosos que já existiram, mais fiéis, e mais verdadeiros, eram também pessoas sem cultura, sem muitas letras, com pouco, muito pouco ou nenhum estudo formal. Grande parte dos documentos e cartas mais espiritualmente inspiradas que conhecemos vieram de pessoas que não sabiam escrever direito, são cheias de erros gramaticais, ortográficos, etc.

Não estou dizendo que se você for uma pessoa assim, com pouca instrução formal, automaticamente se tornará num cristão fervoroso. Não se trata disso. Nem tampouco estou a dizer que ninguém deva estudar. Pode estudar.

Mas o principal que eu estou a dizer é que a mensagem da cruz é muito maior do que erudição, e que o excesso de erudição, pode inclusive colocar a mensagem da cruz em segundo plano. Pregadores que se preocupam mais com o sermão do que com o Deus do sermão.

Quando as pessoas terminam de ouvir uma mensagem e louvam mais o conhecimento do pregador (ou o "poder") do que a obra de Cristo, temo que este pregador tenha pregado seu sermão em vão, ou que tais pessoas o tenham escutado, com seus corações tão voltados para o homem, que não puderam perceber a Cristo (para sua própria perda).

Paulo tinha muitas letras, mas considerou tudo lixo quando conheceu Jesus. Pedro tinha poucas letras, mas não se gloriava de não as possuir, mas sim de ter sido possuído por Cristo. Não é sobre estudar muito ou pouco, é sobre ter Cristo ou não ter Cristo. Nem o estudo, e nem a falta dele, mas sim, o ser uma nova criatura.

Quem for entender, as vezes levará um tempo caminhando antes de ser capaz.

Deus abençoe a todos!

sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Imoral e Moralista -- duas faces de um perdido


Muitos cristãos enxergam a perdição da imoralidade, mas muito poucos veem a perdição do moralismo. Uma afeta os de fora, a outra, principalmente os de dentro. Entre a perdição da imoralidade e a perdição do moralismo, só o Evangelho de Cristo é uma saída viável.

"... para que a cruz de Cristo se não faça vã." 1 Coríntios 1:17

A ilusão da liberdade "versus" a realidade da liberdade


A ilusão da liberdade "versus" a realidade da liberdade

O que é liberdade? Para alguns, a liberdade era poder usar, para outros hoje, é conseguir parar. O que é liberdade? Para um filho, é sair da casa do seu pai, viver sua própria vida. No momento seguinte, para o mesmo filho, a liberdade é poder voltar.

A ilusão da liberdade é a isca utilizada pelo evangelho do diabo para pescar/prender as almas dos homens. A realidade da liberdade é o fruto do conhecimento de Cristo.

Cuidado com a ilusão da liberdade, liberdade exterior. A realidade da liberdade é Cristo em nós, liberdade interior e portanto, eterna.

quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Usando a bíblia para derrotar os cristãos


Nunca se esqueça que Satanás usou a bíblia contra o próprio Cristo na tentação no deserto. Essa é uma lição que os seus filhos (os filhos do diabo) jamais vão se esquecer. Quer derrotar os cristãos? A melhor forma é usar o próprio livro deles. Paulo escreveu a respeito do diabo, que "não ignoramos os seus ardis". Um ardil é um plano intencionalmente criado para enganar alguém. Nosso inimigo é capaz de criar planos de engano deste tipo que sejam mais sofisticados do que nós somos capazes de sequer pensar ou imaginar que existam ou que sejam possíveis. Paulo conheceu esta realidade da luta espiritual, e por isso nos escreveu inspirado "não ignoramos os seus ardis". Seria tolice ignorar. Aquele que ousou tentar o próprio Cristo, não ousaria conosco? Sem a proteção divina, estamos simplesmente liquidados. Não importa o quão inteligente, sábio, conhecedor você seja, sem a proteção divina, você estará liquidado nesta luta antes mesmo de começar.

"E a quem perdoardes alguma coisa, também eu; porque, o que eu também perdoei, se é que tenho perdoado, por amor de vós o fiz na presença de Cristo; para que não sejamos vencidos por Satanás; Porque não ignoramos os seus ardís." 2 Coríntios 2:10,11

Você já meditou por que o perdão é figura central no plano de combate contra as artimanhas do inimigo?

Pense nisso.

Um livro de regras ou um Deus Vivo?


Muitas pessoas encaram a bíblia como um livro de regras mas não fazem ideia de quem seja Deus --- por mais que se esforcem por obedecer as regras. Esta é a história de boa parte de nós, foi a história de Paulo, fariseu de fariseus, aquele que escreveu (baseado em sua própria experiência de vida) que, "a letra mata mas o Espírito vivifica". Um homem pode se esforçar por obedecer todos os jotas e todos os tils da "lei", e ainda assim quanto mais se empenha por ser moral e correto, tanto mais seu coração exalta e declara independência de Deus, tanto mais se fecha para o Seu Criador. Paulo, como bom fariseu se empenhou a vida toda por obedecer o livro de regras, ainda assim só veio a conhecer de verdade ao Criador quando realmente teve um encontro com Jesus Cristo --- ali sim ele compreendeu, num abrir e fechar de olhos, a respeito do que a bíblia falava.

É tudo sobre Cristo... e Seu Pai... Nosso Pai... Deus. 🔥

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

A oração pela (Salvação) das autoridades e de todos


As recomendações de Paulo a Timóteo a respeito da oração por todas as autoridades possuem alguns pontos:

• Devemos orar por TODOS os homens, não apenas por aqueles por quem simpatizarmos com suas ideias. Os imperadores romanos eram homens cruéis para com os cristãos e para com todos, ainda assim Pedro disse "honrai ao rei";

• Devemos orar pelas autoridades, sejam elas quais forem, pedindo uma vida quieta, sossegada, piedosa e honesta, isso é agradável diante de Deus (esta é a vida que Ele deseja que os homens vivam, vivam em paz uns com os outros);

• O motivo da oração não deve ser somente paz entre os homens, mas também paz entre os homens e Deus, pois Paulo específica que "Deus deseja que todos os homens se salvem". Oramos pois não somente por "paz" mas também por salvação e encontro pessoal com Cristo de todos os homens (incluí autoridades);

"Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens; Pelos reis, e por todos os que estão em eminência, para que tenhamos uma vida quieta e sossegada, em toda a piedade e honestidade; Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador, Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade. Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. O qual se deu a si mesmo em preço de redenção por todos, para servir de testemunho a seu tempo." 1 Timóteo 2:1-6

"Quero, pois, que os homens orem em todo o lugar, levantando mãos santas, sem ira nem contenda." 1 Timóteo 2:8

terça-feira, 23 de outubro de 2018

Esquerda e Direita ; O Espelho da Ignorância


Algumas pessoas hoje estão: Bloqueando contatos, perdendo amigos, família, brigando, xingando, suspeitando mal, disseminando notícias falsas, ameaçando deixar de "seguir" páginas, se vendo umas as outras como inimigos, e tudo isso inflamadas por discursos políticos que demonizam constantemente o opositor.

Esta é uma tática muito utilizada em política, um discurso que demonize o candidato oponente e faça com que todos tenham esperança em você.

Nesta técnica de guerra seu inimigo sempre é perigoso, é um risco a democracia, vai tirar liberdades de todos, e etc. A extensão deste discurso terrorista eleitoral leva a instabilidades sociais e um clima de hostilidade entre todos, que sem razão, começarão a se odiar uns aos outros. Políticos corruptos não lutam por ideologias, para eles o que interessa é apenas dinheiro e poder. Corrupção e mentira não tem cor, nem lado, nem sexo, não tem religião, não tem esquerda e direita quando se tratam destes assuntos. A demonização irracional dos candidatos uns pelos outros tem deflagrado um clima de hostilidade e discórdia entre as pessoas na nação. Todos julgam estar lutando por um Brasil melhor, todos julgam estar lutando por liberdade. Quando você conversa com o pessoal da "direita" eles dizem temer uma ditadura comunista e perda de liberdades, dizem que o medo da esquerda é exagerado e sem fundamento. Quando conversa com o pessoal da "esquerda" eles dizem temer uma ditadura militar (ainda que todas ditaduras são militares, exceto a ditadura da opinião), e dizem ter medo de perder liberdades, e que o medo da direita de uma ditadura comunista é exagerado e sem fundamento.

Esquerda e direita neste país, no geral, são apenas um o reflexo da ignorância do outro, nada além disso. A esquerda e a direita são, em grande parte, apenas uma o espelho da ignorância da outra.

As pessoas hoje não podem escutar uma crítica que "ai, eu não vou seguir mais está página". E não estou falando da minha, mas é o clima que está rolando por ai. Os políticos se matam lá em cima e nós, vamos se matar aqui embaixo também? Na verdade para os que são corruptos, eles levarão vantagem seja num clima de instabilidade ou de estabilidade. Se o clima for instável culparão sempre o outro lado, se o clima for estável, tomarão as glórias para si como pacificadores da nação. Bolsonaro diz defender a democracia contra uma ditadura da esquerda, Haddad diz defender a democracia contra uma ditadtura de esquerda. Um demoniza o outro, um acusa o outro de mentiras, e ambos tem mentido. Algumas mentiras nos parecem propositais, já outras, nos parecem apenas fruto de mentes que se propõe a governar o Brasil mas que cada vez mais vão cansando na luta da propaganda, e perdendo a lógica e a razão.

A demonização do oponente é uma das piores armas da guerra política, mas é uma das mais poderosas, e é quase impossível ganhar uma eleição sem ela. Nossos dois candidatos estão fazendo uso indiscriminado dela infelizmente. A demonização do oponente não só demoniza o oponente, mas demoniza por extensão todos os eleitores do "demônio" seja ele "de direita" ou "de esquerda". Eleitores do Bolsonaro são todos demônios? Eleitores do Haddad são todos demônios? Quando criamos esta imagem demonizada das pessoas na nossa mente perdemos toda e qualquer empatia e identificação com o nosso semelhante, nesta hora, podemos perder o controle do clima hostil, afinal, você não está agredindo um "ser humano", você está agredindo um "demônio", um "fascista", um "racista", um "homofóbico", um "comunista", e assim por diante, todos os apelidos políticos que as militâncias partidárias destilam nas ruas e redes sociais a cada dia.

Ao demonizar um oponente e seus eleitores, se isso chegar ao extremo, e não penso que esteja chegando, mas se chegar, será por todos justificada a violência extrema contra o inimigo. Isso aconteceu em todas as revoluções do mundo praticamente, na francesa, nas revoluções comunistas, no fascismo, no nazismo, e assim por diante.

Precisamos pular fora deste mau sentimento, o verdadeiro "discurso de ódio" tem vindo dos dois lados. Isso é um chamado ao despertamento. Precisamos da mansidão das pombas, mas da prudencia das serpentes. Se tem um conselho que eu posso dar a todos é, se acalmem, e fiquem espertos cada vez mais.

A indignação/ira humana, jamais vai operar a justiça de Deus. Você não pode esquecer este versículo.

Candidatos a presidência, representantes de Deus ou dos homens?


Candidatos a presidência, representantes de Deus ou dos homens?

Erineldo, que se descreve como presidente do PT no Ceará (Acará?), evangélico da Assembléia de Deus, deu uma bíblia para Haddad em nome "dos evangélicos do Acará" e declarou, palavras dele, Erineldo: "Lendo a bíblia tenho certeza que vossa excelência é realmente o candidato que represente Jesus".

Jair Bolsonaro ou Haddad, o falso dilema em que muitos cristãos estão caindo hoje. Qual é o homem mais próximo de Deus? Qual é o homem mais parecido com Jesus? Quem vai governar de acordo com os preceitos da palavra? Quanto "blá,blá,blá"! Ninguém é obrigado a concordar comigo mas meu pensamento é que, 1) nenhum candidato representa Cristo, 2) nenhum evangélico fala em nome de todos evangélicos. Tem evangélico que vota em um, e evangélico que vota em outro. Cada um cada um.

Nós esquecemos o que a bíblia diz, que "todos os homens pecaram e foram destituídos da glória de Deus".

Nas eleições, não estamos escolhendo um representante de Cristo para governar a nação. Isso é algo que os cristãos hoje parecem não conseguir compreender. No fundo no fundo, no nosso DNA católico medieval, temos genes que clamam por uma "teocracia cristã". Podemos copiar as coisas boas, mas jamais cometer os mesmos erros que o catolicismo medieval cometeu. Se escolhemos um homem, porque o julgamos um representante de Cristo, estamos escolhendo apenas "democraticamente" um falso cristo. Muitos de nós estamos escolhendo um candidato apenas por cegueira espiritual, o sentimento que motiva uns a escolher o Haddad e o outro Bolsonaro, é o mesmo sentimento, no fundo no fundo, é o mesmo sentimento. O candidato é diferente, mas o sentimento é o mesmo.

O presidente é apenas um representante nosso, dos homens, e não um representante de Deus. Certamente ser um presidente, líder, governante, é uma missão de Deus de acordo com a Palavra. Quem o fizer com honestidade terá sua recompensa, quem não o fizer, será também pelo Senhor castigado, pois "cada um receberá o bem ou o mal que tiver feito".

Se você quer um presidente cem por cento alinhado com a bíblia, não poderá escolher nenhum dos dois. Se este é o seu critério para escolher um presidente, não escolha nenhum dos dois. Você não pode olhar para um pecado e deixar de olhar para o outro, não pode olhar para cisco no olho do teu irmão e esquecer da trave de madeira no teu próprio olho.

Tente se apartar do terrorismo do período eleitoral e enxergar as coisas como alguém que está como quem esteja olhando do lado de fora da situação toda. Tire a sua camisa do Haddad, tire a sua camisa do Bolsonaro, e olhe as coisas de modo imparcial, sem o olhar da propaganda terrorista de ambos candidatos. No jogo político o que vale é demonizar o seu adversário, para que os outros tenham esperança em você, e as notícias falsas estão comendo soltas entre os eleitores dos dois lados. Sejamos sinceros, isso tem conseguido em vários momentos nos afetar.

Não estou dizendo que você não pode escolher um candidato, pode, você é livre para fazer a escolha que bem entender, que melhor lhe parecer, mas tente não cristianizar do modo errado a sua escolha, e não tentar justificar sua escolha dando aparência de obediência a escritura àquilo que é apenas a sua posição pessoal. As pessoas muitas vezes votam em quem o pastor delas vota, mas você deve ser livre, fazer um livre exame e tomar a sua própria decisão. Nenhum de nós tem como prever o futuro, nem como saber como será um governo ou o outro, podemos fazer deduções, analisar, ver a história, mas o futuro, não temos como saber com precisão o que sucederá amanhã, está além do intelecto humano --- e por isso, em qualquer caso precisamos orar sempre.

Como eu já disse aqui, pessoas consideradas "intelectuais", ou seja, pessoas que em tese conhecem bastante do assunto política divergem e bastante a respeito do assunto. Há muitas posições diferentes, e não podemos comprar o discurso de que "os intelectuais são os donos da verdade", pois eles não são. Pelo contrário, intelectuais sempre discordaram e divergiram em todas as épocas, e alguns deles (na verdade bastante deles ...rs... ) foram dos que falaram as maiores bobagens da história da humanidade. Tão sábios, se tornaram loucos!

Vamos lembrar quando Paulo confrontou com o Evangelho os filósofos estóicos e epicureus. No Brasil atual também como cristãos precisaremos confrontar alguns tipos de filósofos nos nossos dias. Não são mais epicureus ou estóicos, são marxistas, gramcistas, frankfurtianos, e muitos outros. O pensamento destes abrange a sociedade como um todo, as escolas, universidades, intelectualidade. E dentro da igreja temos outros problemas, teologia da prosperidade, é um dos maiores, mas não o único, longe de ser o único.

Paulo tinha razão!

Cada dia é mais trabalhoso ser cristão neste mundo!

Glória seja dada a Deus!

domingo, 21 de outubro de 2018

Alerta & Responsabilidade: Sobre Fake News


SOBRE FAKE NEWS
Antes de qualquer crítica é bom que conheçamos um pouco aquilo que iremos criticar. Responde com pressa aquele que escuta com pressa, e aquele que escuta com pressa não escuta bem e não pensa para responder.

"O que responde antes de ouvir comete estultícia que é para vergonha sua." Provérbios 18:13

Há um termo na moda hoje que é o termo "fake news", ou notícias falsas em português. Dá-se a impressão que nunca antes na história houvessem notícias falsas, mas isso não é verdade, elas não apareceram hoje e não começaram agora, e no assunto política quase ou sempre existiram.

Desde muito tempo fofocas, boatos e mexericos fazem parte da história da humanidade. A bíblia condena tais atos, chegando a dizer que nossa língua é como um pequeno fogo que pode colocar fogo em um bosque inteiro. Nossa língua pode matar ou dar a vida.

O problema dos dias atuais é que as notícias falsas ganharam um poder de bomba atômica no quesito disseminação. Aquilo que no passado era restrito apenas a poucas pessoas, ou a um país, agora em poucos segundos está acessível a bilhões de pessoas na rede mundial.

Em nossos dias a maior dificuldade é ensinar as pessoas o perigo das "fake news" e criar na população maturidade e equilibrio emocional tal que transforme cada pessoa num investigador dos fatos antes de propagá-los. Isso não se trata de padronizar a opinião, mas de checar em fontes confiáveis a veracidade de informações antes de simplesmente sair por ai divulgando elas.

A medida que a mídia tradicional, que precisa de bilhões de reais para se manter, perde gradualmente a sua hegemonia e ganha um competidor a altura (ou ainda mais eficaz), que são as mídias sociais e a internet livre, território que iguala o acesso a informação e a divulgação de informação por parte de pessoas independente do quanto de dinheiro elas possuam --- sim, pois antigamente seria necessária uma estrutura bilhonária para transmitir um programa ao vivo para milhões de pessoas, hoje basta uma conta no youtube, ou facebook (grátis), e um celular mediano com uma conexão a internet razoável  e você pode falar com milhões de pessoas sem precisar de estrutura nenhuma --- a medida que esta facilidade de transmitir e receber informações por qualquer um cresce, precisa crescer nossa consciência da responsabilidade e dos perigos envolvidos por ai.

Isso é mais que um canhão de mídia, é mais que uma bomba atômica de mídia, os efeitos são ainda incaculávelmente devastadores, e virtualmente tal poder está e pode cair nas mãos de qualquer um. Desculpe a expressão da palavra, mas pode cair nas mãos de qualquer um idiota como "nós". Isso é extremamente bom, mas extremamente perigoso, e é exatamente por causa disso que precisamos saber como se proteger contra as informações falsas. Não compartilhe nada sem checar antes.

Na bíblia você terá várias recomendações sobre como proceder a apuração, investigação, e julgamento dos fatos de forma imparcial e sem hipocrisia. Podemos usar os mesmos princípios para as notícias da internet, basta que não nos deixemos desviar o nosso foco para o vulcão em erupção das "fake news", que se multiplicam em tempos de eleição, e olharmos atentos para a palavra e colocá-la em prática.

Sentimentos são bons na vida do homem, mas não são bons para analisar as coisas. Se você quer julgar um time, vai ter então que tirar a camisa do time, precisa ser neutro. A verdade é neutra. Se você ama demais tende a amenizar as maldades daquilo que ama. Se odeia tende a exagerar as maldades.

Você ama uma pessoa? Se ela faz o mal você tende a justificar "não é bem assim..." Você a odeia? Você tende a exagerar qualquer rumor de fato sobre a vida da pessoa, o menor rumor sem comprovação pode desencadear um ataque de fúria no seu coração e te levar a crer precipitadamente.

Mentiras e boatos se sevem de uma brecha na capacidade humana de aprender e perceber as coisas para prevalecer e levar cativos mentes e corações dominado-os completamente. Tais notícias podem levar nossos corações cativos a mentira, e criar em nós paranóias e medos infundados, ou expectativas de bonança irreais.

Esquerda e direita, eu vejo muitas pessoas, inclusive alguns cristãos, espalhando "fake news" no calor das emoções. Cego está quem julga que "só o lado de lá" está espalhando fake news. Boa parte das notícias falsas espalhadas são espalhadas por pessoas de "bom coração", achando que estão fazendo uma coisa boa ou alertando alguém. Esta é alias a isca para te induzir a compartilhar, te fazer achar que está fazendo algo de útil.

Com certeza precisamos rápido tornar o checar as notícias, ler matérias inteiras e não apenas os títulos e fotos, e interpretar os textos um hábito. Precisamos também entender que na internet é possível realizar montagens com fotos, vídeos e audios, por isso, sempre desconfie por mais convincente que uma imagem, áudio ou vídeo possa parecer.

Sei que isso é difícil quando quase 90% aproximadamente dos brasileiros pode ser considerado hoje um analfabeto funcional. A maioria por exemplo, tem pouco hábito de leitura, pouco tempo para leitura, dificilmente chega com tranquilidade ao final de um texto considerado mais longo como este que estou postando. Mas se não lemos bem não podemos opinar bem, nossa opinião fica baseada numa interpretação reduzida dos fatos.

Sobre tudo que devemos guardar, devemos guardar o coração, dele é que procede as fontes da vida! Que possamos não cair na tentação de ser como uma esquerda e direita delirantes, e que muitas vezes se tornam apenas uma o espelho da ignorância da outra. Não estou generalizando, mas que a incoerência não nos tome de assalto, e que os nossos olhos não saiam da palavra, e nosso coração esteja firmado no Senhor.

Os ataque nestes dias são fortes, mas Deus é maior.

Com que purificará o jovem o seu caminho? Observando-o conforme a tua palavra. Salmos 119:9

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

As regras da Pátria Celestial


Um cristão pode ser comunista? Um cristão pode ser maçon? Sim, pode, desde que ele não saiba muito bem o que seja a maçonaria, nem o comunismo e muito menos o evangelho. Ao longo da caminhada aprenderá mais e ficará claro qual caminho deva seguir, e as incompatibilidades que existem.

Cristão só pode votar em quem defende valores cristãos? Depende! Se os gays só votarem em gays, mulheres só em mulheres, negros só em negros, índios só em índios, japoneses só em japoneses, acho que não vai dar muito certo!

É tarefa de um governante promover o bem-estar geral da nação e não apenas para um grupo específico, muito menos interferir na liberdade das pessoas naquilo que não vá atrapalhar no bem geral. O governo cuida de coisas como saúde, educação, segurança, o evangelismo (que é expor e propor o evangelho mas não impor) nada tem a ver com o Estado, é atitude da igreja, tarefa sua.

Alguns cristãos querem marcha para Jesus, outros não. Alguns gays querem parada gay, outros não. Podemos barrar certas coisas por força de lei apenas porque não traduzem princípios cristãos? Depende muito do que seja, devem haver motivos razoáveis e não apenas questão de fé e motivação pessoal. Reclamamos quando as pessoas agem na política por interesses apenas pessoais, faremos o mesmo? Temos cristãos no Brasil, e também não cristãos, se queremos viver, devemos deixar viver também, e sermos duas vezes mais espertos!

Queremos ser livres para reunião e culto? Para falar o que pensamos? Os outros também tem direito a mesma liberdade. Quando Paulo pregou em Atenas ele não tentou remover os ídolos pagãos logo de cara, ele encontrou um espaço reservado "ao Deus desconhecido" e ali colocou a mensagem de Jesus Cristo, não para cristianizar exteriormente a cidade, mas para vivificar interiormente os que pela fé se achegassem a Cristo!

Ele não queria domínio político, queria corações para Deus!

Há sempre este espaço, vazio, não ocupado por ninguém, reservado a um Deus que muitos de nós não conhecemos. Há uma brecha, uma fresta pela qual só Deus pode passar, espaço que só Ele pode ocupar! Num mundo tomado por ídolos, ainda assim restou um espaço que só o Deus Verdadeiro pode ocupar!

Isso é mais que esquerda e direita!

Precisamos utilizar estes espaços, mas não podemos interferir na liberdade das pessoas, até mesmo de não crerem, ou de pecarem segundo nossa posição.

Você gostaria de proibição de pregações em praças? Não, então não podemos querer tirar das praças monumentos maçônicos por exemplo. E as estátuas da Havan? Vamos querer leis para proibir estátuas, ídolos, símbolos não cristãos? Não podemos fazer isso, não podemos usar a força do Estado para impor Jesus Cristo. Não podemos compactuar com corrupção, mas também não podemos nos corromper.

Cuidado com o fermento político de Herodes, cuidado com o fermento religioso dos fariseus que coam mosquito e engolem camelos, cuidado com o fermento dos saduceus, que apesar de se dizerem crentes são na verdade incrédulos para as coisas de Deus!

Deus abençoe a todos!