Arrepende-te Brasil

"O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra." Salmos 121:2

Arrepende-te Brasil

Contra os falsos mestres

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Um espírito cheio de melindre


me·lin·dre 
(espanhol melindre)
substantivo masculino
1. Tendência para se ofender ou para se constranger. = .SUSCETIBILIDADE
2. Extrema delicadeza no trato ou no porte.

Eternas crianças! Um espírito melindroso é muito fácil de ser encontrado hoje em dia. Pessoa que sempre estão ofendidas, são facilmente ofensíveis e se doem por qualquer coisa. Quando eu olho para a nossa salvação, e para o tamanho das ofensas que o Senhor suportou na cruz, então eu olho de volta e percebo como a nossa geração de cristãos e mimada e melindrosa. Algumas vezes eu penso, será que podemos dizer que temos recebido ao Espírito de Deus quando nossos corações se ofendem tão facilmente?

Para pessoas melindrosas nada nunca estará bom, elas se onfendem muito facilmente. Tudo bem que algumas vezes neste mundo realmente nós somos ofendidos, mas para os cristãos, tão pouco importa se a ofensa foi justa ou injusta, nós não podemos ser melindrosos. O melindroso sempre se coloca na posição de vitima numa tentativa de enconbrir ou despistar os seus próprios erros. Ele se ofende demais com a verdade, e como recusa a ser corrigido pelo Senhor sempre se fará de pobre coitado quando é confrontado com a verdade.

Jesus suportou vaias, pedradas, xingamentos, rejeição amarga, contradições contra si, lhe puxavam suas barbas, lhe davam bofetadas, cuspiam no seu rosto. O Senhor foi crucificado como um malfeitor, rejeitado pelo seu próprio povo, mas o Senhor não foi melindroso. O melindroso se ofende facilmente e sem motivo. O melindroso inventa motivos para se ofender. O melindroso não aceita ser corrigido pois já se ofende, já se melindra, já se dói. O melindroso não consegue abrir o coração para Deus, pois se ofende até com o próprio Deus.

O melindre é errado! As coreções do Senhor são o caminho da vida! Ele corrige a quem ama! Mas o melindroso prefere ficar ofendido e rejeitar a este amor! Tentar consolar um melindroso é um problema, pois ele sempre quer alguém que massageie o seu ego e se junte a ele nas suas queixas dando-lhe razão. Esta é a única forma de conseguir "consolar" um melindroso, entrar no seu jogo e fazer a sua vontade! Qualquer coisa que contrarie o seu ego ele tomará como ofendido e se fechará em seu próprio mundinho de ilusão e faz de conta, sofrimento!

Melindre é dureza de coração! Deixe que o martelo da palavra de Deus esmague seu orgulho ferido!

Arrepende-te deste espírito melindroso, suporte melhor as dores e ofensas reais, pare de se doer por ofensas que seu próprio coração é quem imagina, elas não existem de verdade. Receba o Espírito Santo de Deus, e vamos sofrer e perseverar por Cristo! Mesmo que te ofendam gratuitamente, lembre das pisaduras do Senhor, ele tendo sempre a razão não quis sempre tirar satisfação, mas muitas vezes sofreu calado se entregando ao Justo Juiz, que foi quem o Ressuscitou dos Mortos!

Hoje o Senhor está a direita do Pai e pode interceder por nós, mas por favor, deixe de lado este espírito de melindre, receba do Espírito Santo!

Que a luz repreenda todas as trevas que há em ti! Abre bem a porta do seu coração, e deixa a luz do céu entrar!

Arrepende-te Brasil.

terça-feira, 30 de maio de 2017

Uma mente sã e renovada pelo Espírito Santo


"Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti." Isaías 26:3

Um tema que tem me preocupado bastante nos últimos tempos é concernente a saúde mental do povo de Deus! Eu digo isso porque é um tema bíblico, uma questão de saúde pública, e porque Jesus também pode nos ajudar a ter uma mente sã e pensamentos sãos com as suas sãs palavras de vida eterna! Todos que desejam ser ajudados por Jesus podem obter ajuda de graça no Senhor, há sim solução e saída, há renovação de mentalidade e pensamentos no evangelho do Senhor Jesus Cristo!

Eu observo que pela má compreensão do evangelho do Senhor Jesus hoje nós temos entre o povo de Deus variados tipos de pessoas. Temos tanto aquelas que julgam que podem conhecer a Jesus sem isso ter impactado e transformado nem um milimetro das suas vidas. Estas normalmente vivem muito tranquilas e despreocupadas. Entretanto há um sem número de pessoas que se preocupam agora em fazer a vontade de Deus e nisso entram em um tipo de excesso de preoupação, e num sentimento desenfreado de culpa e medo, numa constante de condenação e culpa.

Quando as pessoas entram neste sentimento isso significa que estão tendo uma visão distorcida do evangelho de Jesus Cristo, tanto quanto aqueles que pensam ter encontrado a Cristo sem isso ter causado nenhum impacto em suas vidas. Há portanto muitos hoje em dia vivendo debaixo dum forte sentimento de condenação, de culpa, de rejeitação, de inferioridadade, e muitos outros, e pensando que isso seja convicção de pecado do Espírito Santo. Ora, a escritura diz que o Espírito Santo convencerá o homem do pecado, da justiça e do juízo de Deus, mas ela também diz que ao o recebermos, Ele é o Consolador prometido e também traz um refrigério de alma para o cristão.

O Espírito de Jesus Cristo é o nosso guia e conselheiro, ele nos sustenta em nossas fraquezas e nos ajuda intercedendo por nós. A proposta do evangelho é sim que haja transformação na vida do ser-humano, porém, não é característica do cristão uma vida constante de culpa, medo e condenação. Há sim o sentimento de tristeza por erros cometidos, porém isso num nível exagerado vai apenas adoecer a mente e o coração, chegando ao ponto de cegar o entendimento para a salvação em Jesus Cristo. Não são poucos vivendo como se estivessem em queda livre para o inferno, apenas esperando a condenação e juízo final.

É por isso que desejamos escrever um pouco a respeito de doenças que foram catologadas na medicina, doenças mentais, defeitos do pensamento humano, que muitos carregam e trazem, e transferem tais sentimentos para a palavra de Deus, e para a sua comunhão com Deus, afetando assim e matando a sua busca ao Senhor e a sua aceitação e compreensão da mensagem de Deus para a humanidade. Caso alguém não possa olhar para a palavra e se livrar destes sentimentos indesejados certamente ela terá uma visão muito distorcida de Deus, e ao invés de encontrar em Cristo paz e reconciliação com Deus, mudança de coração, e um furioso e eterno amor que é diferente de tudo que podemos ter experimentado ou vir a experimentar neste mundo, terá sempre uma visão de um Deus que na verdade é apenas você mesmo projetando seus sentimentos e traumas pessoais numa imagem de Deus que não corresponde a realidade de quem Ele é.

Dou um exemplo, e nas próximas postagens estaremos falando de sentimentos como o complexo de rejeição, complexo de inferioridade, a necessidade de aceitação, mania de perseguição, transtorno obssessivo compulsivo, depressão, síndrome do pânico, megalomania, narcisismo, psicopatias, neuroses, psicoses, amores obsessivos, e alguns outros. O exemplo que quero dar é o de uma pessoa mulher que foi rejeitada pelo seu marido por exemplo, e ela agora tem uma visão de Deus, como um Deus que também irá rejeitá-la. Ou alguém que teve um pai muito rigoroso, e agora ela tem uma visão de um Deus também de um coração duro, sem misericórdia, e cheio apenas de rigor e de dureza. Ora, na verdade também as pessoas podem projetar as suas libertinagens sobre uma imagem de um deus libertino e cheio de sentimentos carnais.

Na verdade os cristãos deveriam ser conhecidos como pessoas pacíficas, equilibradas, centradas, pois julga-se que aqueles que encontraram o porto seguro das suas almas, e a âncora perfeita da sua salvação, julga-se que aqueles que professam tamanha certeza não só no presente mas na eternidade das suas almas, devessem ser pessoas um tanto diferentes e até mesmo progressivamente libertas de muitas das preocupações que afetam e deprimem boa parte deste mundo. Eu não digo que os cristãos deveriam ser conhecidos como pessoas que nunca erram ou que são sempre perfeitas, mas que pelo menos deveríamos ser conhecidos como pessoas diferentes, mas há muitos hoje que sinceramente sabem que são pessoas perturbadas em vários sentidos. Alguns culpam a palavra por causa disso, mas a verdade é que muitos sabem que a culpa não é a palavra, mas algo em seus corações não vai bem com Deus e isso os está deixando doentes.

Voltemos nossa face ao Senhor e seremos curados. Vamos escrever um pouco nos próximos dias a respeito deste assunto. Eu sei que para alguns acharão estranho estarmos falando destes temas, porém para os que sofrem com estas coisas creio será muito bom. Não estamos aqui propondo nehum alívio imediato, ou "milagre" num sentido ruim da palavra, mas como tantos correm para todo lado buscando uma mente saudável, e nada conseguem, vamos então mostrar nas escrituras o que é o conselho de Deus a este respeito, e como um uso mal da palavra faz a mente adoecer, mas um uso legítimo e guiado por Deus a fará ser renovada e florescer nas coisas de Deus para a eternidade e glória do Senhor!

Deus os abençoe!

Arrepende-te Brasil

domingo, 28 de maio de 2017

A dúvida de um é a dúvida de muitos


Várias vezes algum irmão possui alguma dúvida com relação a algum assunto da palavra, e é um sentimento muito comum, porém não é bom, de que a pessoa se sinta como se a sua dúvida fosse uma dúvida boba demais para ser levada em conta. O sentimento da vergonha de achar-se um verdadeiro idiota por possuir aquela dúvida leva muitas pessoas a um medo paralisante, que não é bom. Normalmente tenho observado que as lutas, dificuldades e aflições que todos passam são realmente iguais. As mesmas aflições se cumprem em todos nossos irmãos em todo o mundo. Em geral a dúvida de um sempre é a dúvida também de muitos outros.

Não permita que o medo da rejeição ou alguma espécie de complexo de inferioridade ou de necessidade de aceitação dirijam a sua caminhada com Jesus Cristo. Há um homem na escritura que venceu o mundo para achegar-se a Cristo, e este homem é o cego que clamava em Jericó. Todas as vozes das pessoas ao seu redor se opunham a sua busca ao Senhor. Lhe diziam que ele era pequeno demais, desprezível demais, que apenas estaria atrapalhando Jesus em seus importantes afazeres. Eles lhe diziam para não se aproximar do Mestre pois certamente o Senhor rejeitaria alguém tão vil quando ele. Porém o que mais me adimira nesta passagem, e eu me espelho muito neste cego, é justamente o fato de que ele simplesmente ignorou o que todos diziam, e quanto mais se lhe opunham mais alto ele clamava "JESUS, Filho de Davi, tem compaixão de mim!"

O cego em Jericó simplesmente recusou obedecer as vozes que mandavam ele se calar e não clamar mais a Cristo! Ele se rebelou contra estas vozes que tentavam a todo custo lhe impedir de ir a Jesus! (Sempre que você for a Jesus, sempre haverá oposição)

Este era um homem cego porém, um cego de visão! Ele não se permitiu ser dominado pelo sentimento da inferioridade ou rejeição, mas foi direto ao Senhor em oração! Ele não permitiu que pessoas que não podiam resolver o seu problema se colocassem entre ele e Deus! Ele não deu ouvidos a estas pessoas, que simbolicamente representam as vozes do mal, seja espiritual, seja na nossa própria carne, mas ele não deu crédito a nenhuma destas vozes, e tanto mais difícil ficava a situação e mais lhe ameaçavam dizendo que ele não conseguiria, mais forte ele se punha a clamar "JESUS, Filho de Davi, tem compaixão de mim!" O diabo mandou ele se calar, mas ele fez exatamente o contrário e clamou ainda mais! Ele foi diretamente a Jesus e não ligou para o que falavam dele, e nem mesmo atentou para a sua própria condição de cegueira, mas ele pôde contemplar que aquele JESUS tinha poder suficiente de mudar o curso da sua história!

O cego enxergou que aquela era a sua hora, o seu momento, Jesus estava passando, e ele clamou com tudo que tinha! Ele venceu o mundo para chegar-se a Cristo! Venceu a multidão, se destacou dela, não andou justo, não a permitiu se colocar entre ele e o Senhor!

A sua cegueira não é barreira para chegar a Cristo, mas ela deve se tornar em combustível!

Queime as suas fraquezas, angústias, pecados, aflições, necessidades, vida, diante do Deus que amou a este mundo de tal maneira que entregou seu Filho Unigênito para que todo aquele que nele crer não pereça mas tenha a vida eterna!

E a vida eterna que anunciamos é o plano perfeito de salvação de Deus através de Jesus Cristo! Arrependam-se e creiam!

Deus os abençoe com coragem, ousadia, fé e mansidão!

Amemos a Deus, e ao nosso próximo!

Arrepende-te Brasil

O Senhor aceita os humides (vídeo)

domingo, 21 de maio de 2017

De onde vem o Azeite?


A Oliveira demora muito para crescer, e quanto ela cresce ela demora muito tempo para dar fruto, e quanto ela dá fruto ela demora muito tempo para amadurecer. Depois que o fruto amadurece você tem que bater na Oliveira com varas para poder colher o seu fruto, isso chama-se sacudidura, é a colheira da Azeitona. Já depois de colher o fruto você tem dois modos de obter o azeite, prensado ou batido. Ou você deve tomar a Azeitona e bater nela com força, ou você deve prensá-la com muita pressão. Em ambos os casos, depois do longo tempo de espera pelo amadurecimento do fruto, e dá surra levada para poder colher a Azeitona madura, agora este fruto finalmente precisa ser prensado muito forte ou batido para que o Precioso Azeite possa escorrer (fluir). Em todo caso tanto faz, seja batendo ou prensando (espremendo), quando mais bate ou espreme, quanto mais apanha ou prensa a Azeitona (o Fruto da Oliveira) receber, tanto mais o Precioso Azeite começará a fluir. Agora você sabe por que alguns tem Óleo de reserva e já outros não, há quem esteja fugindo da espera pelo crescimento, espera pela frutificação, espera pelo amadurecimento. Há quem esteja fugindo das varadas, da surra da sacudidura para colher o fruto maduro, no ponto, no tempo certo. Há também quem fuja da prensa, ou das batidas, para que o Azeite possa fluir. Você esmaga um montão de Azeitonas, e só um pouquinho de Azeite flui. Prensa um monte, e apenas um pouco de Azeite fluirá. Então será necessário muita espera, muita surra, muita prensa, para que possa fluir Azeite, fluir a Unção do Espírito Santo.

Que o Senhor nos ajude a passar por este fogo, como diz aquele hino "quem quiser de Deus ter a coroa, passará por mais tribulação, as alturas santas ninguém voa, sem as asas da humilhação".

Agora entendemos por que uns terão azeite e já outros não. Os que possuem se permitiram ser moldados pelo Espírito Santo, e por causa da cruz de Cristo foram cheios. Eles aceitaram este processo, que não é o mais fácil, nem é indolor, mas o seu final é glorioso!

Graças a Deus por Jesus Cristo!

Arrepende-te Brasil

sábado, 20 de maio de 2017

O homem que dizia ser o arcanjo Miguel


Eu não sei explicar exatamente o que acontece, se é algo demoníaco ou apenas um doença mental, ou se ambos, porém já conheci muitos casos de pessoas que afirmavam ser seres celestiais ou espirituais, no caso, pessoas que afirmavam ser anjos ou até mesmo o arcanjo Miguel. Uma vez escutei um testemunho duma irmã relatando que estava participando duma pregação quando de repente o pregador começou a afirmar que ele era o arcanjo Miguel. Era uma igreja evangélica, e ela cutucou seu marido e perguntou "você viu o que ele está falando?". O marido fez pouco caso na hora, e ela insistiu "ele está dizendo que é o arcanjo Miguel". A resposta do marido foi surpreendente "ora, se ele está falando né".

Curioso como hoje em dia o diabo conseguiu enganar a igreja e a colocar numa posição confortável onde ela pode se eximir de julgar e discernir os fatos e acontecimentos e pregações que aparece. Ora, um homem está ali pregando e dizendo que é o arcanjo Miguel, mas boa parte da igreja diria apenas o seguinte "se ele está falando, quem sou eu para julgar né?" Aquele tipo de pensamento "ah, se ele estiver errado vai acertar contas com Deus mas não vou julgar". Sim, isso mesmo, as pessoas não julgam e continuam ali escutando o "arcanjo Miguel". Sim, esta história é verdadeira, e este acontecimento é real, e por isso devemos meditar, quão longe pode ir o controle da mente de um rebanho de fiéis ao seu pastor ou ungido favorito?

Na África do Sul nós temos visto repetidas vezes testemunhos de pessoas que participam de cultos bizarros. Um pastor ordenou que os seus fiéis comessem grama, e eles foram para o jardim da igreja comer grama. Nesta mesma linha, não sei se o mesmo pastor ou algum outro, fez com que seus fiéis engolissem uma serpente crendo que era chocolate, outro fez com que bebessem gasolina acreditando que era suco de abacaxi. Quem conhece sabe muito bem que isso é chamado de hipnose. Mas em tais congregações duvidar do óbvio, e questionar o óbvio é sempre tido como incredulidade, blasfêmia contra o Espírito Santo e tudo mais. As pessoas defendem tais tipos de "pastores" de capa e de guarda-chuva. Sim, elas vem testemunhar dizendo "não, mas eu tomei e era suco de abacaxi mesmo, Jesus transformou água em vinho, o pastor fez gasolina virar suco de abacaxi, se você não tem fé não critique para não pecar contra o Espírito Santo, estas coisas são coisas para pessoas espirituais, só os espirituais entendem, você é muito frio na fé".

Os pastores ensinaram muito bem os seus rebanhos a os protegerem, e eles possuem tamanho domínio da mente e coração das pessoas que literalmente se eles disserem que uma tomada é um focinho de porco as pessoas todas irão acreditar "ora, se o homem de Deus falou, quem sou eu para julgar?" Quer dizer que para eles se um homem de Deus ou mulher de Deus disser que uma abobrinha é um tomate, eles acreditarão pois "foi a mulher de Deus quem falou". Isso significa que estas pessoas já não pensam mais por si mesmas, elas abandonaram algo que a bíblia nos ordena manter para o bem da nossa alma, e chama-se senso de discernimento crítico. Paulo escreveu dizendo que deveríamos examinar todas as coisas, que significa, devemos discernir. João disse que deveríamos provar os espíritos para saber se vem de Deus. O próprio Senhor elogiou a igreja de Eféso em apocalipse dizendo "pusestes a prova os que se dizem ser apóstolos e os achastes mentirosos."

Não há lugar da escritura que diga para a igreja seguir cegamente a qualquer pregador que seja, mas toda a bíblia nos orienta a cuidarmos da nossa vida espiritual, nos guardarmos da mentira e engano, e a não entregarmos a nossa comunhão com Deus nas mãos de outras pessoas, mas assumirmos a responsabilidade pessoal por buscar ao Senhor. Ora, segundo a palavra de Deus nós somos tão responsáveis pelo que ouvimos quanto aquele que prega é responsável pelo que está falando. Paulo disse que se nós abraçássemos outro evangelho com razão é que sofreríamos. Os apóstolos da igreja primitiva elogiavam os irmãos bereanos por conferirem se a pregação dos apóstolos estava de acordo com a palavra, mas os apóstolos atuais dizem que é incredulidade, falta de espiritualidade, rebeldia, insubmissão a Deus, blasfêmia contra o Espírito Santo, se você quiser examinar as mensagens deles para ver se encaixam na palavra.

Ora, tais homens assim o fazem pois não querem que você descubra que eles estão em pecado e enganando a muitos. Eu nunca estou dizendo aqui de uma pessoa que apenas quer criticar por mania de criticar, ou murmuradora, que apenas vive a reclamar e caçar defeitos em tudo, mas estou falando de como o diabo conseguiu fazer a igreja depor as suas armas e parar de combatê-lo a pretexto de "não julgueis". A igreja hoje faz como Pilatos, ela vê o engano e a palavra de Deus sendo violentada no púlpito e apenas diz "eu lavo as minhas mãos, quem dará conta é o pregador". Este é o cenário de apatia no qual o diabo conseguiu mergulhar a igreja, num sono espiritual tremendo, onde ele literalmente pode entrar e sair da igreja e ninguém mais ousa confrontá-lo com a verdade. Ele está enganando as pessoas na igreja, acordemos!

Bendito seja Deus, que nos enche de coragem e amor para expor a sua Palavra!

Arrepende-te Brasil

quinta-feira, 18 de maio de 2017

A vida fora da "igreja"


Hoje em dia muitas pessoas tem saído das suas igrejas por não concordarem com a pregação do dinheiro e apostasias em termos gerais. Eu acho certo não concordarmos com a pregação do dinheiro, nem a aceitarmos, e também concordo que é hora de se retirar quando isso se torna um mal irremediável na sua congregação. Porém o que eu tenho podido observar é que entre todos os que saem de igrejas hoje em dia, há muitos que de verdade não o estão fazendo sendo guiados pelo Espírito Santo. Há uma boa parte dos que saíram apenas por sentimentos de revoltas pessoais ou motivos fúteis e na prática continuam até hoje presos as suas revoltas pessoais e sentimentos de vaidade inútil. Vou dar uma pequena ilustração que pode não ser a melhor mas no momento não tenho nenhuma mais adequada, mas é como se uma pessoa saísse de um relacionamento e agora ao invés e viver a sua vida ela passasse o resto da vida apenas a criticar o seu antigo parceiro.

Como assim?

Imagine o seguinte, é como se você ou eu fôssemos casados com este mundo (mesmo o mundo que entrou dentro da igreja), e então nos arrependemos, morremos para o mundo (mesmo o que está dentro da igreja), e então nos casamos com Cristo, e agora, ao invés de desfrutarmos da Presença do Senhor nos damos mais ao trabalho de ficarmos apenas dizendo o tempo todo como o mundo era ruim, como era isso, era aquilo, do que realmente amar e se entregar a Jesus. Neste caso seria como se você estivesse casado com Cristo mas o seu coração ainda no seu antigo relacionamento, com o mundo e apostasia na igreja. Apenas inundado de sentimentos de revoltas para com as injustiças e tudo mais, fazendo na verdade a vontade da carne e do diabo, que através de todo o mal semeado neste mundo pretende levar os filhos de Deus a operarem debaixo da ira humana, a qual jamais trará a justiça divina as claras. A justiça divina não nascerá, ela não vai nascer da ira humana. O resultado prático disso é que ao viver na ira humana a respeito da apostasia e teologia da prosperidade, etc, você acabará inevitávelmente esfriando no teu relacionamento com Deus e com Cristo.

Por isso Paulo disse que devemos nos esquecer das coisas que ficam para trás e prosseguir para o alvo (que é Jesus). Algumas vezes você somente tem que se esquecer do teu antigo ministério, antiga igreja, antigos pastores, e simplesmente olhar para Cristo que está a sua frente e abraçá-lo de todo o seu coração, forças e entendimento, com todo seu ser, com toda a sua alma, corpo e espírito. Eu vejo muitos paralisados apenas criticando seus velhos "lares" ao invés de prosseguirem para a maturidade com o Senhor, Pessoas que saíram de igrejas por causa do engano mas que hoje não investem mais tempo de qualidade para buscar ao Senhor. Você já não ora mais, não lê mais a palavra, não tem quebrantamento e arrependimento diários diante do Senhor mais, porém sabe detalhar todos os erros e enganos do teu antigo ministério. Esta é a vontade do diabo, te ocupar de sentar a criticar os erros dos outros enquanto você permite que a tua vida espiritual vá se esgotando bem diante do seus olhos.

Na realidade o sentimento que o inimigo colocará no coração de alguns é de os fazerem se sentir como profetas denunciando o pecado e apostasia da nação, quando na verdade você está morrendo espiritualmente, já não busca mais a Deus, está esfriando pouco a pouco a medida que mais se dedica a observar os feitos, erros e acertos dos outros do que aplicar o teu coração a esquadrinhar o seu próprio caminho e clamar a Deus implorando para que te conceda a graça de numerar os seus dias de tal modo que alcance um coração sábio. A vontade do diabo é te fazer perder a sua vida e gastar os seus dias todos na tolice, mas Deus é Sabedoria, Conselho e Fortaleza. Por isso não vai adiantar nutrir sentimentos de raiva e revolta contra os falsos profetas, e apostasia, pregação de dinheiro e tudo mais. O Senhor já sabe que estas coisas estão acontecendo, então agora que você entendeu, vá você e busque ao Senhor e esqueça o tanto de horas que eles tem na televisão, quantos livros vendem, quais falsos profetas estão sendo convidados para vir ao Brasil. Vá agora você e primeiro de tudo se banhe do Espírito Santo, faça resplandecer a luz divina em ti mais do que nunca, invista pesadíssimo agora na tua comunhão com Deus.

Quando Jesus aconselhou a respeito dos fariseus naqueles dias um dos mais altos conselhos do Mestre foi "eles são guias cego, DEIXAI-OS". Aparta-te dos tais disse Paulo! Então tenha certeza de não carregar no seu coração cuidados ou preocupações com os falsos mestres, que por maior aparência de piedade que possam ter estejam te guiando a frieza espiritual, mornidão, e prejudicando o teu relacionamento com Jesus Cristo, uma vez que hoje você mais faz é inteirar-se do mal que há no mundo do que estar pregado aos pés da cruz de Jesus Cristo. Não se esqueça de que olhando para trás a mulher de Ló tornou-se numa estátua de sal. A ordem que fora dada era para sair de Sodoma e Gomorra sem olhar para trás.Era para prosseguirem para longe do local onde o juízo de Deus iria cair. Porém a mulher de Ló interrompeu a sua caminhada, e olhou para trás. Muitos hoje estão apenas olhando para os erros do sistema religioso ao mesmo passo que esfriam na sua fé, pois estão dando maior atenção aquilo que Jesus disse para esquecer do que aquilo que ele disse para lembrarmos. Não alimente portanto este sentimento de raiva, ódio e ira contra os falsos profetas, vamos, deixemos eles de lado, vamos prosseguir a caminhada, Jesus está a frente e nos espera, ele nos levará por todo o caminho, o caminho de santidade, o caminho para a santidade.

Ele é o Caminho, e a Verdade, e a Vida. Não se pode chegar ao Pai senão através de Cristo.

Deus abençoe.

Arrepende-te Brasil

quinta-feira, 4 de maio de 2017

03/05/2017 - Momento de Louvor